‘A macaca já me ajudou’: coordenadora de creche procura delegacia após ofensas em MS

Merendeira ainda deu risada ao se referir à vítima como ‘macaca’
| 14/03/2022
- 15:24
‘A macaca já me ajudou’: coordenadora de creche procura delegacia após ofensas em MS
(Henrique Arakaki, Midiamax)

A coordenadora de um (Escola Municipal de Educação Infantil), em Campo Grande, procurou a delegacia na manhã desta segunda-feira (14) para registrar um boletim de ocorrência após ser xingada na frente de colegas de trabalho.

Segundo a coordenadora da creche, uma merendeira da escola havia pedido ajuda a ela para um trabalho científico, e que prontamente a ajudou. Sendo que no sábado (12) aconteceu uma reunião de pais na creche e os funcionários foram trabalhar. 

Durante a reunião, outra funcionária perguntou à merendeira se ela ainda precisava de ajuda em seu trabalho científico, e nesse momento a autora disse: “Não, a macaca já me ajudou” — apontando para a vítima e dando risadas.

A colega de trabalho a repreendeu avisando que caberia um boletim de ocorrência e uma Ata na escola, nisso a autora pediu desculpas à coordenadora dizendo que era uma brincadeira.

A vítima foi para a sua sala se sentindo constrangida e chorando, momento em que conversou com outro coordenador, que perguntou a ela o que havia acontecido e ela contou sobre o ocorrido. O caso acabou registrado em Ata. Uma reunião ainda teria sido feita na escola.

Crime de injúria

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:

     Pena - detenção, de um a seis meses, ou multa.

  • 1º - O pode deixar de aplicar a pena:

     I - quando o ofendido, de forma reprovável, provocou diretamente a injúria;

     II - no caso de retorsão imediata, que consista em outra injúria.

  • 2º - Se a injúria consiste em violência ou vias de fato, que, por sua natureza ou pelo meio empregado, se considerem aviltantes:

     Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa, além da pena correspondente à violência.

  • 3o Se a injúria consiste na utilização de elementos referentes a raça, cor, etnia, religião, origem ou a condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência:

 Pena - reclusão de um a três anos e multa.

Veja também

Bandidos teriam ainda feito a mulher gravar um vídeo pedindo socorro e enviaram para a filha na intenção de conseguir mais dinheiro

Últimas notícias