Marceneiro deu golpe em condomínio de luxo e sumiu após receber entradas para fabricar móveis planejados

MPMS o denunciou por estelionato com continuidade delitiva
| 23/04/2021
- 19:13
Marceneiro deu golpe em condomínio de luxo e sumiu após receber entradas para fabricar móveis planejados
Foto Ilustrativa

Um marceneiro de 60 anos responde por estelionato depois de aplicar golpe contra dois moradores do residencial Damha I, em Campo Grande, que o contrataram para produção de móveis planejados. Após receber a entrada, o prestador de serviço simplesmente desapareceu. Ele foi indiciado pela Polícia Civil e denunciado pelo (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul).

Os fatos ocorreram há seis anos e o processo tramita na 4ª Vara Criminal da Capital. A juíza May Melke Amaral Penteado Siravegna, responsável pelo procedimento, agendou para o dia 6 de maio de 2021 a audiência de instrução e julgamento, oportunidade em que serão ouvidas as testemunhas de defesa e acusação, bem como deve ser realizado o interrogatório do réu.

Conforme denúncia do MPMS, Em 2014, um dos moradores fechou contrato no valor de R$ 3.650,00 para construção de dois painéis e dois armários tipo “home”, além da instalação de uma porta abaixo da escadaria. A vítima pagou R$ 1.300 de entrada e, uma semana depois, pagou mais R$ 900. Apesar de honrar com o combinado, nunca recebeu os produtos.

Consta nos autos que o marceneiro não atendeu mais nenhuma ligação e simplesmente desapareceu. Neste mesmo período, ele havia acertado em outra casa a construção  de dois guarda-roupas no valor de R$ 3.100,00. Neste caso, ele recebeu uma entrada e dividiu o resto no cartão de crédito da vítima. Como no primeiro caso, após pegar o dinheiro, ele sumiu, deixando prejuízo de R$ 1,1 mil à moradora.

Neste sentido, foi denunciado pelo crime de estelionato na forma continuada.

Veja também

Adolescente tentou fugir, mas acabou sendo perseguido e espancado do lado de fora da festa

Últimas notícias