Foi preso em flagrante e levado para a delegacia de polícia de , durante a noite desta quarta-feira (13), um idoso de 60anos, que matou a chutes um filhote de cachorro que teria ganhado em um bar, na região do bairro Maria Aparecida Pedrossian.

A polícia foi chamada por volta das 21 horas desta quarta (13) pela esposa do idoso que ao flagrar a cena ficou assustada. Ela contou que foi buscar o homem em um bar da região – lugar onde ele costuma beber – e ele estava trazendo consigo um filhote de cachorro que disse ter ganhado no estabelecimento que frequenta.

Ao chegarem a residência, o idoso se dirigiu até o quarto que fica nos fundos da casa onde dorme, sendo que momentos depois a mulher começou a ouvir os latidos e gemidos do cachorro e foi ver o que estava acontecendo. Ao abrir a porta flagrou o idoso esganando o animal. Com medo e assustada, ela saiu correndo para pedir ajuda.

Quando os policiais chegaram a casa encontraram o cachorro morto no corredor em volta de uma poça de sangue. Foi questionado ao autor o que havia acontecido, e ele contou que o cachorro avançou contra ele, e por isso, passou a esganar o animal e depois o chutou e jogou contra a parede. O idoso foi preso em flagrante e levado para a delegacia.

Maus-tratos é crime

A de maus-tratos é legitimada por lei federal, que trata dos Crimes Ambientais, e pela Constituição Federal Brasileira e estabelece pena de detenção de três meses a um ano e multa contra os atos de abuso. A pena pode ser aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

Entende-se por maus tratos: Abandonar, espancar, golpear, mutilar e envenenar; Manter preso permanentemente em correntes; Manter em locais pequenos e anti-higiênico; Não abrigar do sol, da e do frio; Deixar sem ventilação ou luz solar; Não dar água e comida diariamente; Negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido; Obrigar a trabalho excessivo ou superior a sua força; Capturar animais silvestres; Utilizar animal em que possam lhe causar pânico ou estresse ou promover violência.