Grupo armado com fuzis faz policial refém para tentar resgatar ‘Bonitão’ do PCC

Na madrugada deste domingo (10), investigador foi feito refém no Departamento de Investigações da Polícia Nacional do Paraguai, em Pedro Juan Caballero. Um grupo fortemente armado teria invadido o local para tentar resgatar Giovanni Barboza da Silva, chefe do PCC (Primeiro Comando da Capital) conhecido como ‘Bonitão’. Conforme as primeiras informações, os homens armados invadira...
| 10/01/2021
- 12:02
Grupo armado com fuzis faz policial refém para tentar resgatar ‘Bonitão’ do PCC
'Bonitão' do PCC, preso no Paraguai (Foto: ABC Color) - 'Bonitão' do PCC, preso no Paraguai (Foto: ABC Color)

Na madrugada deste domingo (10), investigador foi feito refém no Departamento de Investigações da Polícia Nacional do , em Pedro Juan Caballero. Um grupo fortemente armado teria invadido o local para tentar resgatar Giovanni Barboza da Silva, chefe do PCC (Primeiro Comando da Capital) conhecido como ‘Bonitão’.

Conforme as primeiras informações, os homens armados invadiram a sede no início da madrugada, para tentar resgatar Bonitão, considerada liderança do PCC na . Giovanni é brasileiro e teria assumido posto de atual chefe da facção na região entre Ponta Porã e Paraguai. Ele foi preso na última semana.

Segundo testemunhas, os homens chegaram ao local em vários veículos, encapuzados e armados com fuzis. Os policiais conseguiram evitar o resgate e, segundo o site ABC Color, Giovanni deve ser transferido para Assunção.

Veja também

Tudo começou com uma discussão verbal e descambou para uma briga generalizada

Últimas notícias