Polícia

Briga por causa de manobras com carro teria motivado assassinato em comício em MS

Autor estava dando ‘cavalinho de pau’ perto das pessoas

Renata Portela Publicado em 02/10/2021, às 06h44

Crime aconteceu durante comício na cidade
Crime aconteceu durante comício na cidade - (Foto: Ponta Porã News)

Assassinato durante comício em Paranhos, cidade a 477 quilômetros de Campo Grande, na noite da última quinta-feira (30), teria acontecido após briga por causa de manobras perigosas com um carro. O autor do crime, de 29 anos, estaria dando ‘cavalinho de pau’ no local e foi orientado pela vítima, Wislher de Freitas Tavares, de 26 anos, e um familiar dele a não fazer tais manobras.

Preso em flagrante em território paraguaio, na divisa com Sete Quedas, o autor do crime não quis dar mais informações sobre o caso, alegando que responderia apenas em juízo. Segundo testemunhas do crime, durante o comício, o suspeito passou pelo local dirigindo a Fiat Strada em alta velocidade.

Ao chegar na esquina, em uma rotatória, o homem começou a dar 'cavalinho de pau' com a picape, quando um primo de Wislher, que conhecia o autor, se aproximou e pediu para ele parar. “Vamos parar com isso, você pode perder o controle e atropelar uma das crianças”, já que havia várias famílias no local.

O autor do crime não gostou e ainda jogou uma garrafa de cerveja contra as vítimas, acertando uma mulher. Aproximadamente 25 minutos depois, ele voltou ao local, parou perto do primo Wislher e o chamou. Nesse momento, ocorreu uma discussão entre o suspeito e o autor, quando Wislher também se aproximou.

Em determinado momento, durante a briga, o homem sacou a arma de fogo e atirou várias vezes, atingindo a vítima, que morreu no local. Preso após fugir para o Paraguai, o autor do crime deve passar por audiência de custódia. O delegado responsável e também o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) pediram pela conversão da prisão em preventiva.

Jornal Midiamax