Travesti de 20 anos e o comparsa, de 23 anos, foram presos pela Polícia Militar na noite desta sexta-feira (11), em Campo Grande, depois de roubarem uma mulher de 54 anos na região da Vila Carvalho. A vítima afirma que, durante a ação, a travesti exigiu que entregasse a bolsa, ou seria morta por ela ali mesmo no local.

A vítima disse que chegava em casa na rua Santa Amélia, quando ao abrir o portão, foi abordada pela dupla que estava estava armada com uma faca. Mediante ameaças, a vítima foi obrigada a entregar a bolsa e o celular, mais cerca R$ 250. Após a ação, a dupla correu em direção à Avenida Salgado Filho, ocasião em que a vítima gritou por socorro e encontrou o genro.

O rapaz, com ajuda de populares conseguiram deter a travesti, mas o outro suspeito fugiu. A travesti alegou que havia sido convidada para fazer uma ‘fita’ que resultou no assalto. A Polícia Militar foi acionada, deteve ela e em seguida localizou o comparsa no interior da Escola Alcindo Pimentel, onde acabou preso. Ambos foram conduzidos à Polícia Civil.