Marido tenta matar mulher sufocada após ser flagrado mandando fotos para outra

Foi preso nesta quarta-feira (8), em Amambai a 352 quilômetros de Campo Grande, um homem de 26 anos que tentou matar a esposa de 32 anos a sufocando com um travesseiro. Ele ainda teria sentado em cima de sua barriga mesmo sabendo que a vítima havia acabado de passar por uma cesariana há 16 dias. […]
| 09/07/2020
- 11:08
Marido tenta matar mulher sufocada após ser flagrado mandando fotos para outra
Filha da vítima implorou para que homem parasse de agredir a mãe (Ilustrativa) - Filha da vítima implorou para que homem parasse de agredir a mãe (Ilustrativa)

Foi preso nesta quarta-feira (8), em Amambai a 352 quilômetros de Campo Grande, um homem de 26 anos que tentou matar a esposa de 32 anos a sufocando com um travesseiro. Ele ainda teria sentado em cima de sua barriga mesmo sabendo que a vítima havia acabado de passar por uma cesariana há 16 dias.

A discussão entre o casal que acabou em agressões e ameaças de morte teria se iniciado após a vítima ter encontrado no celular do marido fotos que ele havia enviado a uma pessoa, que ela questionou quem seria. A mulher teria se trancado no quarto do casal, e o autor tentado arrombar a porta desistindo.

Mas, quando a mulher saiu do quarto para tomar um remédio, o homem a jogou em um colchão que estava na sala e sentou na sua barriga. Ela começou a gritar pedindo para que ele saísse de cima, mas o autor ainda fez ameaças de morte a mulher.

O homem, então, pegou um travesseiro e tentou matar a esposa sufocada. Ele só parou quando a filha da vítima chegou na sala pedindo para que ele parasse. A polícia foi chamada ao local e o homem levado para a delegacia onde foi autuado por lesão corporal dolosa, ameaça e violência doméstica.

Como denunciar a violência doméstica

Por conta do aumento dos casos de Violência doméstica em razão do isolamento social, imposto como medida para frear o avanço do coronavírus (), a de Mato Grosso do Sul possibilitou o registro online de boletins de ocorrência para este tipo de crime.

A ferramenta está disponível na delegacia virtual, que pode ser acessada pelo site oficial da corporação (www.pc.ms.gov.br). Ao entrar o site, do lado esquerdo haverá o botão com o nome “B.O Online Delegacia Virtual”. Basta clicar e depois acessar o ícone “Registrar Denúncia”. Na sequência, é só escolher a opção “Violência contra a mulher” e seguir os passos preenchendo os dados necessários.  Além do site, seguem ativos os canais de denúncia pelos telefones 190 e 180.

Veja também

Um homem foi preso ao receber R$ 1 mil em notas falsas pelos Correios nesta...

Últimas notícias