Polícia

Motim: adolescentes quebraram parede e ameaçaram agentes para tentar fugir de Unei

Uma tentativa de fuga na Unei (Unidade Educacional de Internação) Los Angeles, em Campo Grande, foi contida no início da tarde desta segunda-feira (6) por equipes do Batalhão de Choque que faziam rondas na região. Uma parede da unidade foi quebrada pelos adolescentes no princípio de motim. Seis adolescentes teriam iniciado a rebelião. Informações extraoficiais […]

Thatiana Melo Publicado em 06/01/2020, às 12h28 - Atualizado às 18h35

Seis adolescentes tentaram fugir da unidade educacional (Henrique Arakaki, Midiamax)
Seis adolescentes tentaram fugir da unidade educacional (Henrique Arakaki, Midiamax) - Seis adolescentes tentaram fugir da unidade educacional (Henrique Arakaki, Midiamax)

Uma tentativa de fuga na Unei (Unidade Educacional de Internação) Los Angeles, em Campo Grande, foi contida no início da tarde desta segunda-feira (6) por equipes do Batalhão de Choque que faziam rondas na região. Uma parede da unidade foi quebrada pelos adolescentes no princípio de motim. Seis adolescentes teriam iniciado a rebelião.

Informações extraoficiais são de que o princípio de motim começou quando dois internos começaram uma briga, sendo que outros adolescentes se aproveitaram da situação e tentaram fugir da Unei quebrando uma das paredes da unidade. Agentes foram hostilizados pelos internos.

Equipes do Batalhão de Choque que faziam rondas pela região foram até a unidade, e o motim foi controlado. Quatro viaturas da polícia foram deslocadas para o local. Seis adolescentes teriam iniciado a rebelião. Na unidade estão 20 adolescentes.

Segundo a assessoria de comunicação da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) a tentativa de fuga foi contida rapidamente pelos policiais do Choque, e um procedimento administrativo será aberto para apurar os fatos.

Motim Unei Dom Bosco

No dia 16 de dezembro de 2019, um total 26 adolescentes tentaram fugir da Unei Dom Bosco. Eles simularam uma briga em uma das celas do Pavilhão B da Unei e, quando os agentes foram até o local, foram agredidos. Foi assim que teve início o motim e adolescentes de todas as outras celas começaram a bater nas grades. No motim, os infratores conseguiram pegar as chaves e abriram as celas, sendo que 26 teriam conseguido fugir.

(Colaborou Renata Portela)

Jornal Midiamax