A PMA (Polícia Militar Ambiental) de autuou um em R$ 9 mil por ilegal. Com uso de GPS, policiais realizaram fiscalização em uma fazenda no município no município e localizaram, aferiram e caracterizaram o uso do solo atual, de um desmatamento de 8,82 hectares de vegetação nativa de cerrado sem a licença ambiental, verificado por superposição de imagem de satélites.

Ainda de acordo com a PMA, a área já estava fora desmatada há algum tempo e já estava com plantio de pastagem e criação de gado e a madeira proveniente da vegetação desmatada havia sido explorada e não se encontrava mais no local. Apesar de gado no local a área já estava em regeneração.

As atividades foram interditadas e o infrator (37), residente em Três Lagoas, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 8.820,00. Ele também responderá por com pena de três a seis meses de detenção. O infrator foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.