Polícia

Choque prende dono de arma que deixou rapaz sem movimento das pernas após tiro

Na madrugada deste domingo (27), rapaz de 21 anos foi preso em flagrante na Vila Nasser, com um revólver calibre 38. A arma foi a mesma usada em tentativa de homicídio naquela região, na madrugada do Natal (25), que deixou um jovem de 22 anos sem o movimento das pernas. Segundo o registro policial, equipe […]

Renata Portela Publicado em 27/12/2020, às 06h16 - Atualizado às 08h56

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Imagem ilustrativa

Na madrugada deste domingo (27), rapaz de 21 anos foi preso em flagrante na Vila Nasser, com um revólver calibre 38. A arma foi a mesma usada em tentativa de homicídio naquela região, na madrugada do Natal (25), que deixou um jovem de 22 anos sem o movimento das pernas.

Segundo o registro policial, equipe do Batalhão de Choque fazia patrulhamento quando viu que o motorista de um Gol demonstrou bastante nervosismo percebendo a presença dos policiais. Assim, foi dada voz de parada, mas o suspeito ainda acelerou e iniciou fuga.

Ele acabou abordado e no carro foi encontrado o revólver calibre 38, com 4 munições. Foi identificado que a arma foi a mesma usada na tentativa de homicídio do dia 25 e o rapaz então revelou que era o proprietário do revólver e emprestou para o autor do disparo, mas que também presenciou o crime.

Outras munições foram encontradas na casa do suspeito, além de uma carabina calibre 22. Questionado sobre o autor dos disparos, o rapaz disse que não sabia onde ele estava. No entanto, afirmou que ele era o dono da camionete envolvida em outra ocorrência do Choque em novembro.

Na ocasião, o suspeito teve a Hilux furtada e o autor do furto fugiu de equipe policial, provocando vários acidentes. O dono da arma foi preso em flagrante e responderá pelo porte irregular de arma de fogo.

Tentativa de homicídio

Na madrugada do dia 25, Polícia Militar foi acionada para ir até um condomínio, onde estava o rapaz ferido a tiro. No local, o porteiro relatou que dois rapazes chegaram em um Uno branco, com a vítima dentro do carro, e pediram que ligasse para o Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência).

Equipes socorristas levaram o rapaz até a Santa Casa e os amigos contaram aos policiais que estavam conversando na calçada quando a vítima foi atingida pelo disparo. Conforme o hospital, o rapaz perdeu o movimento das pernas, mas ainda não se sabe se a condição é permanente.

Jornal Midiamax