Polícia

Irmã procura delegacia após homem desaparecer ao sair de lava-jato

Após o sumiço do irmão de 27 anos, em Campo Grande, uma mulher de 28 anos procurou a delegacia de polícia na noite deste domingo (14) para registrar um boletim de ocorrência. Ele está desparecido desde o dia 30 de agosto, quando foi visto pela última vez. A mulher contou na delegacia que o irmão […]

Thatiana Melo Publicado em 15/09/2019, às 06h30

None

Após o sumiço do irmão de 27 anos, em Campo Grande, uma mulher de 28 anos procurou a delegacia de polícia na noite deste domingo (14) para registrar um boletim de ocorrência. Ele está desparecido desde o dia 30 de agosto, quando foi visto pela última vez.

A mulher contou na delegacia que o irmão fazia uso de drogas, mas havia se internado em uma clínica e após sete meses de tratamento saiu indo trabalhar em um lava-jato, no bairro Santa Luzia. Mas, no dia 30 de agosto ele desapareceu com a roupa do corpo e levando a bicicleta da dona do lava-jato.

Segundo a irmã da vítima, ele tinha uma dívida de drogas com um homem conhecido como ‘Nego Alex’, que já havia feito ameaças caso não recebesse o dinheiro. Ainda segundo informações alguém teria usado o telefone da vítima postando a seguinte frase no messenger, “Tá moiado pro Marcos, mano”.

A irmã ainda contou que um dia após o sumiço de seu irmão, a dona do lava-jato teria levado até a casa do pai da vítima todos os pertences dele sem que ninguém pedisse. O caso foi registrado como desparecimento de pessoa.

Jornal Midiamax