Polícia

Casal discute e marido coloca fogo em esposa que tem 45% do corpo queimado

Foi decretada a prisão preventiva de um homem de 37anos, que tentou matar a esposa queimada, em Campo Grande, depois de uma discussão do casal, na terça-feira (21). A mulher teve 45% do corpo queimado. A polícia foi informada da suspeita de tentativa de homicídio, após o casal ser levado para atendimento médico na Santa […]

Thatiana Melo Publicado em 23/05/2019, às 09h29 - Atualizado às 14h38

Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa - Foto: Ilustrativa

Foi decretada a prisão preventiva de um homem de 37anos, que tentou matar a esposa queimada, em Campo Grande, depois de uma discussão do casal, na terça-feira (21). A mulher teve 45% do corpo queimado.

A polícia foi informada da suspeita de tentativa de homicídio, após o casal ser levado para atendimento médico na Santa Casa de Campo Grande, o homem com as mãos queimadas e a mulher com o rosto, pescoço, abdômen e tronco com queimaduras de 2º grau.

Como ela estava sedada e entubada, os policiais ouviram o marido que relatou que os dois estavam bebendo pinga quando ele resolveu acender o fogo, com etanol, para fazer comida e as chamas se espalharam atingindo os dois.

Mas, uma testemunha teria dito a polícia que antes do incêndio ouviu gritos de socorro da mulher e discussão entre os dois, em seguida o fogo. A polícia, então, concluiu que na realidade o homem tentou matar a esposa queimada devido aso relatos de testemunhas e a desproporcionalidade das queimaduras dele e de sua mulher, sendo que ele estava próximo ao fogão e não ela.

Foi decretada a prisão preventiva dele, que está internado sob escolta policial no hospital. A mulher está em estado grave na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital, com 45% do corpo queimado, em coma.

Jornal Midiamax