Acusado de matar esfaqueado por beijo atrás de caminhão deve se apresentar a polícia

O acusado de matar a facadas Valdivino Matias, de 55 anos, no dia 15 de junho, no bairro São Conrado, em Campo Grande, deve se apresentar a polícia nos próximos dias, segundo o advogado de defesa Pedro Paulo. Um pedido de habeas corpus foi impetrado para impedir que o suspeito seja preso, no dia de […]
| 24/06/2019
- 16:21
Foto: Dayene Paz.
Foto: Dayene Paz. - Foto: Dayene Paz.

O acusado de matar a facadas Valdivino Matias, de 55 anos, no dia 15 de junho, no bairro São Conrado, em Campo Grande, deve se apresentar a polícia nos próximos dias, segundo o advogado de defesa Pedro Paulo. Um pedido de habeas corpus foi impetrado para impedir que o suspeito seja preso, no dia de sua apresentação. 

Segundo o advogado o pedido foi feito para que o acusado possa responder pelo crime em liberdade, mas caso seja negado Paulo disse ao Jornal Midiamax que seu cliente irá se apresentar mesmo com o mandado de prisão expedido. Ainda não se tem a data certa para a apresentação, mas deve acontecer ainda nesta semana de acordo com o advogado.

A vítima estava beijando uma mulher atrás de uma carreta quando foi surpreendida pelo ex-marido da acompanhante que lhe deu uma facada no peito. No dia do crime, Valdivino estava bebendo em um bar com outro homem, com quem supostamente tinha uma relação amorosa, quando sumiu o local. 

O homem foi procurar Valdivino e encontrou ele beijando uma mulher atrás de uma carreta, na esquina da rua do bar. Enciumado, o companheiro voltou para o bar e contou para o ex-marido da mulher que ela estava “se pegando” com outra pessoa atrás do veículo. O ex-marido foi até o casal, deu uma facada no peito de Valdivino e fugiu. O socorro foi acionado, mas a vítima morreu na hora.

Veja também

Equipe do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário), da Polícia Militar Rodoviária, apreendeu 23,7 quilos às 15h20min...

Últimas notícias