Polícia

Suspeito de matar homem a facadas em sobaria se apresenta à polícia

Em depoimento o autor disse que atacou a vítima para se defender

Matheus Aranda Publicado em 24/04/2018, às 17h11

None

Valkimar, de 48 anos, se apresentou à polícia na manhã desta terça-feira (24). Ele é suspeito de ter matado a facadas Rivando Parnaíba Vieira, de 44 anos, após discussão na madrugada deste domingo (22), em uma sobaria no Bairro Cophavila II, em Campo Grande. Em depoimento o autor disse que atacou a vítima para se defender.

De acordo com informações do delegado Edemilson Holler, responsável pelo caso, acompanhado de um advogado, o autor se apresentou na 6ª delegacia de Polícia Civil. Em depoimento o suspeito disse que a briga com Rivando teria começado depois de a vítima se ofender com uma declaração do autor.

“O Rivando teria se ofendido depois de o suspeito ter falado mal do filho dele, em seguida os dois começaram a brigar e segundo o autor, a vítima pegou uma faca e foi para cima dele”, explica o delegado.

Em seguida, o homem teria ido até o carro e pego uma faca, atingindo a vítima com cinco facadas na barriga, costas e nos braços. No entanto, a versão apresentada pelo autor foi questionada pela mulher da vítima.

O delegado afirma que aguarda laudos da perícia que deve apontar o número de facadas que matou a vítima. Até o momento ele já ouviu a mulher de Rivando e aguarda o proprietário da sobaria para prestar esclarecimentos sobre o caso.

O suspeito será indiciado por homicídio simples. Ele foi liberado após prestar depoimento.

O caso:

A esposa de Rivando contou à polícia que estava com o marido no restaurante localizado na Avenida Marinha, momento em que o suspeito, identificado como Valkimar Alves Guerra, de 49 anos, chegou no local e os dois passaram a discutir e trocar socos.

Depois de derrubar a vítima no chão, o autor teria ido até o carro e pego uma faca. Rivando foi atingido com cinco facadas na barriga, costas e nos braços. Ele foi socorrido por equipe do Corpo de Bombeiros e levado para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Cophavila II. De lá, foi encaminhado para a Santa Casa, onde teve uma parada cardíaca e morreu. O autor fugiu em um veículo HB20 cor branca.

Em depoimento, a mulher da vítima contou ainda que Valkimar é marido de uma de suas sobrinhas e que autor e vítima tinham rixa antiga.

Jornal Midiamax