Polícia

Operação Fronteira 67 abordou 130 pessoas no primeiro dia e segue até o fim de maio

No primeiro dia da Operação Fronteira 67, já foram abordadas 132 pessoas, 11 carros, 18 motocicletas e um foragido da justiça. Com o objetivo de combater crimes em regiões com maior número de ocorrências e intensificar abordagens em locais de grande fluxo de pessoas.

Mylena Rocha Publicado em 05/05/2018, às 09h37

Foto: 6° BPM
Foto: 6° BPM - Foto: 6° BPM

No primeiro dia da Operação Fronteira 67, já foram abordadas 132 pessoas, 11 carros, 18 motocicletas e um foragido da justiça em Corumbá, a 429 km de Campo Grande. Com o objetivo de combater crimes em regiões com maior número de ocorrências e intensificar abordagens em locais de grande fluxo de pessoas, a operação teve início na quinta-feira (3) e o balanço foi divulgado pela PM (Polícia Militar).

Os policiais militares contam com viaturas e motocicletas, em parceria com órgãos de segurança da região, como o BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais), GETAM (Grupamento Especializado Tático com Apoio de Motocicletas) e Força tática do 7ºBPM e do 11ºBPM, PRE (Polícia Rodoviária Estadual), GPA (Grupamento Aéreo da PM), Guarda Municipal e também da Polícia Boliviana.

De acordo com o comandante do 6º Batalhão de Polícia Militar de Corumbá, tenente-coronel Silva Neto, qualquer tipo de abordagem será feita para identificação de indivíduos com mandado de prisão em aberto, a apreensão de armas de fogo ou drogas. As abordagens serão feitas não só na região urbana, como em áreas rurais, assentamentos e algumas regiões do Pantanal. A “Operação Fronteira 67”, segue até o final do mês na cidade e também serve como uma ação preventiva para o Festival América do Sul Pantanal, previsto para ocorrer entre os dias 24 a 27 de maio.

O prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes (PSDB), se reuniu com o comandante do CPA-3 (Comando de Policiamento de Área 3), coronel Hélio Gauto, para discutir detalhes da operação nesta sexta-feira (4). “Aqui em Corumbá estamos com uma grande operação em andamento, envolvendo várias unidades da Capital e do CPA-3 e reforço do efetivo daqui, há utilização de helicóptero para trazer mais segurança a Corumbá”, destacou o comandante.

Jornal Midiamax