É o terceiro ano consecutivo na liderança ranking

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul foi considerado pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) como o tribunal que mais julga casos de homicídio no Brasil. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (24).

De acordo com o TJ, o órgão estadual tem um índice de cumprimento da chamada Meta Enasp de 50,8%. O número se refere a crimes dolosos contra a vida com processos iniciados até 31 de dezembro de 2012 e julgados até 31 de outubro do ano passado.

Presidente do , desembargador Divoncir Schreinet Maran afirma que há uma resposta célere dos magistrados aos casos que impactam a sociedade sul-mato-grossense.

 “O que se deve evitar, sempre, é que estes crimes dolosos contra a vida caiam no esquecimento. O que significa, no aspecto formal, que não incida uma prescrição. E os nossos juízes têm feito o seu melhor e evitado que sejam retardados os julgamentos, envidando todos os esforços para realizar mais julgamentos em menos tempo”, ressalta o Des. Divoncir Schreiner Maran.

TJMS é o que mais julga casos de homicídio no Brasil

Apesar da liderança, ainda há o que melhorar. A posição do Estado na fronteira do Brasil com a Bolívia e Paraguai representa um dos entraves do judiciário em razão do volume de casos de crime a serem julgados.