Polícia

Sem previsão de alta, ladrão ‘violentado’ com mandioca faz exames na Santa Casa

Suspeito de furto também foi agredido

Midiamax Publicado em 10/05/2017, às 20h07

None
51515151.jpg

Suspeito de furto também foi agredido

O homem de 33 anos que foi agredido e violentado com uma mandioca após ser flagrado furtando a raiz, em uma chácara no Jardim Monte Alegre, passa por exames na Santa Casa de Campo Grande, mas não tem previsão de alta. O caso ocorreu na noite desta terça-feira (9).

Conforme a assessoria de imprensa, ele está na área verde do hospital e passa por uma tomografia.

A PM (Polícia Militar) foi acionada por volta das 22h, mas ao chegar no local, o suspeito já havia sido detido por funcionários da chácara. À polícia, o suspeito disse ter sido cercado, agredido, e em seguida violentado com a raiz.

Um dos sócios da plantação disse aos policiais que o suspeito já teria em outras ocasiões cometidos furtos na plantação de mandioca. Na noite do crime, ele teria sido flagrado com uma sacola com cerca de cinco quilos da raiz.

O suspeito foi levado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Leblon para atendimento médico, sendo posteriormente transferido para outra unidade de saúde.

Os funcionários também compareceram à delegacia de polícia para prestar esclarecimentos.

Jornal Midiamax