Polícia espera exame pericial para identificar ciclista morto na BR-163

O acidente aconteceu no macroanel
| 29/04/2017
- 15:40
Polícia espera exame pericial para identificar ciclista morto na BR-163

O acidente aconteceu no macroanel

A Polícia Civil de Campo Grande espera o exame de papiloscopia para confirmar a identidade do ciclista morto após ser atropelado pelo caminhão da CCR MSVia, no macroanel da , próximo ao viaduto do , na noite desta sexta-feira (28) em Campo Grande. Até o momento, o homem foi identificado apenas como ‘Carlinhos’.

Conforme apurado pela reportagem, o apelido foi informado pelo amigo da vítima, que assim como ela, andava bicicleta com ele pelo acostamento da rodovia. Possíveis familiares de ‘Carlinhos’, chegaram a procurar a delegacia para reconhecer o corpo, mas a identidade só será confirmada após os exames de papiloscopia.

O segundo ciclista, que não teve a identidade revelada, também foi atingido pelo veículo, mas teve escoriação leves. Segundo a polícia, ele passou por exame de alcoolemia, que constatou 1 miligramas de álcool por litro de ar expelido, resultado muito a cima do permitido. Por conta disso, exames para verificar se a vítima também havia ingerido bebidas alcoólicas serão realizados.

O acidente

Segundo testemunhas, tanto a vítima como o caminhão trafegavam no sentido Cuiabá-Dourados, quando o ciclista teria entrado na frente do caminhão. Para a polícia, o motorista do caminhão relatou que o homem entrou ‘sem mais nem menos’ na frente do veículo. O impacto foi próximo à porta do motorista, e chegou a arrancar o retrovisor.

Com o impacto, ele foi jogado em direção à pista contrária, e foi atropelado novamente, desta vez por um GM Corsa que trafegava em sentido contrário. O veículo era conduzido por Fabiano Aparecido da Silva, de 31 anos, que vinha de Londrina para visitar a mãe que mora em Campo Grande. “Foi muito rápido, só vi a hora que o corpo caiu na frente do meu carro”, explica.

Um Fiat Uno, conduzido pelo pintor João Joresnilton Diniz, de 54 anos, veio ainda a colidir na traseira do Corsa. Segundo ele, não houve como evitar a colisão.

Veja também

Últimas notícias