Polícia

Perseguição em rodovia termina com dois presos e 970 quilos de droga aprendida

Caso aconteceu na BR-267

Midiamax Publicado em 10/07/2017, às 11h19

None

Caso aconteceu na BR-267

Perseguição, tiros e até pregos jogados na rodovia, marcaram a apreensão de 970 quilos de maconha em Guia Lopes da Laguna, a 234 quilômetros de Campo Grande, neste domingo (9). O foragido da justiça, João Mateus Leopoldino e Alessandro Delavi da Silva, de 53 e 26 anos, acabaram presos em flagrante por policiais da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais realizavam fiscalização de rotina na BR-267 quando abordaram um veículo Astra, conduzido por Alessandro Delavi. O nervosismo do motorista chamou atenção da equipe, mas enquanto os policiais entrevistavam o suspeito, um Fiat Linea, com placa de Erechim (RS), fez uma manobra de retorno na pista e fugiu.

Os policiais então iniciaram perseguição ao suspeito, em sentido a cidade de Jardim. O motorista do Linea entrou na MS-382, pelou a rodovia que seguia para Bonito e desobedeceu a todas as ordens de parada dadas pelos policiais rodoviários federais, entrando várias vezes na contramão.Perseguição em rodovia termina com dois presos e 970 quilos de droga aprendida

Em determinado momento, o condutor do Linea, na tentativa de fugir da polícia, jogou ‘miguelitos’ na pista, uma espécie de cruz formada por pregos entrelaçados feitos para furar pneus. Os policiais então atiraram contra os pneus do veículo para conseguirem parar o suspeito.

Sem ter como continuar a fuga de carro, o homem tentou escapar a pé, mas caiu e foi capturado. Preso em flagrante, o suspeito foi identificado como João Mateus, que ainda estava com um mandado de prisão em aberto.

O linea estava carregado com tabletes de maconha. A droga ocupava o lugar dos bancos e também o porta-malas. Ao todo foram apreendidos 970 quilos do entorpecente. O veículo foi preparado em Ponta Porã e deveria ser levado para São Paulo. Pelo transporte João confessou que receberia R$ 5 mil.

Alessandro trabalhava como ‘batedor’ da carga e com ele foi encontrado um celular com várias mensagens de possível contratante da dupla. Os suspeitos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Jardim, onde o caso foi registrado como tráfico e associação criminosa. (Fotos: Divulgação PRF)

Perseguição em rodovia termina com dois presos e 970 quilos de droga aprendida

Jornal Midiamax