Dez dias após ser ferida a tiros pelo ex, recepcionista está em coma em hospital

Tiro atingiu as duas primeiras vértebras da coluna da mulher
| 03/04/2017
- 16:14
Dez dias após ser ferida a tiros pelo ex, recepcionista está em coma em hospital

Tiro atingiu as duas primeiras vértebras da coluna da mulher

Dez dias após ser ferida a tiros pelo ex-marido no seu local de trabalho, na Avenida Mascarenhas de Moraes, em Campo Grande, no dia 23 de março, a recepcionista, de 32 anos, está em coma na Santa Casa da Capital.

Segundo a assessoria de comunicação do hospital a sedação da recepcionista foi retirada totalmente na última quinta-feira (30), mas ela ainda não acordou e está em coma. Seu estado de saúde é considerado grave.

Os tiros desferidos pelo ex-marido atingiram a nuca passando pelas duas primeiras vértebras da mulher. Já o ex-marido está consciente, orientado e está sob escolta no mesmo hospital onde a recepcionista está internada.

Relembre o caso

Na tarde de quinta-feira (23), o ex-marido procurou a vítima em seu local de trabalho, na Avenida Mascarenhas de Moraes. Ela chegou a tentar se esconder do homem que, armado, atirou contra a vítima e depois tentou suicídio.

Equipes do Batalhão de Choque, Força Tática da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros estiveram no local. A mulher e o agressor foram levados para a Santa Casa e a tentativa de feminicídio foi registrada e é investigada pela Deam (Delegacia de Atendimento a Mulher).

A mulher já tinha registrado sete boletins de ocorrência contra o agressor por violência doméstica. O último caso foi denunciado à polícia na manhã do mesmo dia, por ameaça e também por ele descumprir a medida protetiva que a vítima tinha. O ex-marido era agressivo, violento e não queria aceitar o fim do casamento, segundo informações da vítima feitas no último boletim de ocorrência.

Veja também

Foto mostra perfuração de disparo de arma de fogo contra helicóptero da Casa Militar, do...

Últimas notícias