Polícia

Após prisão de Eduarco Cunha, PF deflagra Operação no Senado Federal

Policiais estariam fortemente armados no Congresso

Ludyney Moura Publicado em 21/10/2016, às 10h52

None
pf_df.jpg

Policiais estariam fortemente armados no Congresso

Apenas dois dias após a prisão do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), agentes da Polícia Federal amanheceram no Senado Federal, segundo informações do Jornal Correio Braziliense, policiais legislativos são os alvos.

O periódico candango aponta ainda que os agentes da PF chegaram ao Congresso logo no começo da manhã desta sexta-feira (21) fortemente armados, e vasculharam algumas salas e gabinete do Senado.

A PF estaria em busca de informações e provas contra servidores da Polícia Legislativa do Senado, que atrapalhariam investigações na Casa de forma constante.

Além do Senado, homens da Polícia Federal também fazem busca, informa o Correio Braziliense, em apartamentos da região administrativa de Águas Claras (DF). O Jornal Folha de São Paulo também noticiou a operação.  

A Polícia Federal ainda não se pronunciou sobre a ação. Segundo a assessoria da instituição, nesta sexta-feira o diretor geral da PF, Leandro Daiello Coimbra, participa de uma entrevista coletiva para lançamento do ‘e-Pol (Sistema de Gestão da Atividade de Polícia Judiciária)’. 

Jornal Midiamax