Eles foram presos na manhã seguinte

Gabriel Fernandes Ferreira, de 18 anos, Renan Alves Alpires, de 19 anos, e Júlio César Peralta dos Santos, de 21 anos, foram presos por assaltarem duas mulheres na noite de quarta-feira (23). O foi feito na frente do Cemitério Santo Antônio, na Vila Santa Dorotheia, e os três foram presos na manhã seguinte.

De acordo com o delegado Carlos Delano, da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), por volta das 9 horas de quinta-feira, equipe de investigação policial fazia rondas na Rua 26 de Agosto, esquina com a Avenida Bandeirantes, quando avistou um Gol em atitude suspeita, com cinco ocupantes.

Durante abordagem, constataram que o motorista era Gabriel Fernandes e que ele estava com cartões bancários de uma das vítimas do da noite de quarta-feira. O jovem ainda estava visivelmente embriagado, fato confirmado após ser feito o teste de bafômetro. Ele confessou o roubo e ainda informou onde estavam os outros dois suspeitos.

Renan e Júlio César foram encontrados em casa e presos por roubo. Eles revelaram aos policiais que, após o assalto, foram até um caixa eletrônico nas proximidades da Rodoviária e sacaram R$ 1 mil, pois a senha estava no cartão da vítima. Os três dividiram o dinheiro e depois foram até um bar, localizado na Vila Olinda.

Ainda de acordo com a polícia, os jovens gastaram aproximadamente R$ 300 no bar. Em seguida, Júlio César foi para casa e Gabriel e Renan foram até uma boate. Quando os policiais abordaram Gabriel, na manhã de quinta-feira, ele havia acabado de deixar Renan em casa e dava carona para outras pessoas.

Quarto envolvido

A arma usada no crime pelo trio, foi deixada na casa de um amigo de Júlio César. Os policiais foram ao local, mas o jovem não estava. Eles encontraram uma pistola Bereta 6.35, além de munições e uma porção de maconha. Todo o material foi apreendido e encaminhado para a Derf.

Além disso, os celulares das vítimas também foram encontrados com os suspeitos. Eles também usaram o dinheiro roubado para comprar um chinelo e um boné, que também foram apreendidos. De acordo com Delano, Gabriel responderá por dirigir embriagado, roubo e associação criminosa. Renan e Júlio César responderão por por roubo e associação criminosa.

O jovem que guardou a arma está foragido, mas deverá responder por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido, receptação e portar droga para consumo pessoal. Segundo Delano, Gabriel e Renan não tinham passagens pela polícia, já Júlio César tem passagens desde os 15 anos, por roubo, furto e tráfico de drogas.

Assalto

Duas mulheres, de 49 e 54 anos, foram assaltadas ao passar na frente do Cemitério Santo Antônio. O fato foi na noite de quarta-feira, por volta das 20 horas. Conforme o registro policial, as vítimas estavam retornando para suas casas quando foram abordadas por homens armados e anunciaram o assalto dizendo “já perdeu, já perdeu, passem as bolsas”.

Após pegarem as sacolas, os assaltantes fugiram. Elas disseram que os ladrões tinham características semelhantes, eram magros e morenos e um deles estava vestindo uma camiseta vermelha e short escuro. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga como roubo majorado pelo emprego de arma e pelo concurso de pessoas.