Polícia ouve mãe da adolescente que sufocou bebê para esconder gravidez

Funcionários do hospital devem ser ouvidos
| 03/06/2015
- 17:26
Polícia ouve mãe da adolescente que sufocou bebê para esconder gravidez

Funcionários do hospital devem ser ouvidos

A mãe da adolescente de 17 anos que matou o próprio filho em Aquidauana, a 140 quilômetros de Campo Grande, e testemunhas serão ouvidas na manhã desta quarta-feira (3).

Segundo o delegado adjunto da 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil), Antônio Souza Ribas Júnior, a mãe já foi intimada e está sendo aguardada para prestar depoimento. As testemunhas que serão ouvidas não tiveram os nomes divulgados para não atrapalhar nas investigações. O delegado disse também que funcionários do hospital devem ser ouvidos em poucos dias.

O caso

A adolescente de 17 anos matou o filho sufocado e escondeu o corpo em um cesto de roupas antes de ser descoberta pela família. A menina manteve a gravidez em segredo e matou o na noite de sábado (30), depois de dar à luz dentro do quarto que dorme.

No domingo a jovem começou a passar mal e foi levada para o hospital com sangramento intenso. Lá o médico constatou através de exames que a menina estava com dilatação do útero, útero baixo, seios com leite e com um ferimento no períneo. Ela passou por curetagem e permaneceu internada até segunda-feira (1º).

Questionada sobre a possível gravidez, a adolescente negou, mas acabou confessando o crime e contando onde o bebê estava escondido. “A irmã dela foi até a casa, encontrou a criança e levou para o IML (Instituto Médico-Legal) para ser feito o exame necroscópico”, conta o delegado. A menina relevou ainda que matou a criança por não querer contar sobre a gravidez para a família.

As circunstâncias da gestação também estão sendo apuradas, já que a adolescente diz que não sabe quem é o pai. A jovem responderá por ato infracional correspondente a homicídio qualificado por motivo fútil e ocultação de cadáver.

Veja também

Últimas notícias