PCC estaria planejando ataques contra policiais após morte de preso na Capital

A suposta trama seria por vingança
| 09/05/2015
- 07:10
PCC estaria planejando ataques contra policiais após morte de preso na Capital

A suposta trama seria por vingança

A facção PCC (Primeiro Comando da Capital), estaria tramando atentados contra policiais, por conta da morte de Leonardo Machado da Cruz, de 19 anos, que morreu nesta terça-feira (5), após passar mal e ser internado no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul.

Em um documento com data desta sexta-feira (8), que a equipe de reportagem do Jornal Midiamax teve acesso, um investigador da Polícia Judiciária faz um relato a ser entregue a um delegado da Polícia Federal, informando que integrantes do PCC dizem acreditar que o preso teria sido assassinado no hospital. Ainda de acordo com o documento, os criminosos dão autoria ao crime a policiais.

“Alerto a autoridade policial que, por intermédio da análise de ligação interceptada no dia 07/05/2015, às 21h11min, o alvo que utiliza o vulgo Fatal da organização criminosa PCC, orientou o interlocutor de vulgo Neguinho também integrante do PCC, para que o mesmo entrasse em contato com um tal de Pirata, dizendo que o mesmo “já está estruturado, para que pegue um cavalo, duas pistolas e em relação à morte de Leonardo, procurem matar dois policiais, relata na informação. Aberto que não foi mencionado qual polícia quis referir, se PM, PC ou PF”.                                                       

A equipe de reportagem entrou em contato com o delegado citado no documento, porém ele não estava de plantão na noite desta sexta-feira (8).

Veja também

Foram presas em flagrante no Centro de Campo Grande nesta sexta-feira (19)

Últimas notícias