Há indícios de que a vítima tenha cometido suicídio

Solange Barbosa Chaves, 24 anos, foi encontrada por familiares morta com um saco plástico amarrado no pescoço e um pano na boca em um depósito de uma loja de autopeças no início da manhã desta terça-feira (22). O fato foi na Rua Eduardo Elias Zahran, no Jardim Paulista, região sul de .

Segundo o pai da vítima, a filha discutiu ontem à noite com um dos familiares e quando toda a família foi dormir ela não estava na casa. O pai disse que no início da manhã quando acordou foi ao quarto da filha e percebeu que ela não estava.

Ele procurou a chave do galpão e não encontrou então foi ao local e percebeu que havia alguém lá dentro. Ele conseguiu entrar e encontrou a filha caída com um saco plástico amarrado no pescoço, um pano na boca e alguns remédios próximos dela.

O pai não soube explicar quais são os remédios e se ela havia ingerido os comprimidos. Ele disse que a filha tem costume de ficar no galpão, que fica nos fundos da casa onde moram, para usar a internet.

O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar foram acionados. O delegado plantonista, Reginaldo Salomão, e uma equipe da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga estão no local fazendo os levantamentos.

Há indícios de que a jovem tenha cometido suicídio, mas a polícia não descarta outras possibilidades.