Homem que matou PM é preso após cerco em MS

O foragido da Justiça, Ambrósio Ayala de Oliveira de 48 anos, acusado de matar o cabo da Polícia Militar, Plutarco Torres em 1997, foi preso na última terça-feira (26), em um sítio localizado a 30 km do centro de Porto Murtinho – 454 quilômetros de Campo Grande. Na época Torres era comandante da PM de […]
| 29/08/2014
- 03:33
Homem que matou PM é preso após cerco em MS

O foragido da Justiça, Ambrósio Ayala de Oliveira de 48 anos, acusado de matar o cabo da Polícia Militar, Plutarco Torres em 1997, foi preso na última terça-feira (26), em um sítio localizado a 30 km do centro de Porto Murtinho – 454 quilômetros de Campo Grande. Na época Torres era comandante da PM de Porto Murtinho.

De acordo com o site Rádio Caçula, na época Ambrósio conseguiu fugir de uma delegacia da cidade, cerrando uma das grades da cela. Às 5h do dia da prisão, a polícia se deslocou ao sítio porém Ambrósio tinha saído de moto.

Como o autor estava em uma moto vermelha de origem paraguaia, sem emplacamento, várias motocicletas desse modelo foram abordadas na cidade. O veículo foi visto na casa da sua ex-esposa, moradora da área urbana.

A polícia então cercou a casa, momento em que Ambrósio tentou fugir pelos fundos. Ele não conseguiu fugir e foi preso e está à disposição da Justiça.

Veja também

A Prefeitura de Campo Grande retoma as obras de recapeamento na Rua Rui Rui Barbosa,...

Últimas notícias