A Guarda Municipal de Campo Grande não esteve presente no lançamento do plano de policiamento para o fim de ano. O evento foi realizado pela Polícia Militar neste sábado (30), na Praça da República em Campo Grande. Na apresentação, a polícia informou que mais 300 policiais estarão pelas ruas da cidade.

De acordo com o comandante do Policiamento Metropolitano (CPM) coronel Evaldo Iahn Mazuy, foi enviado um ofício à prefeitura, para que a Guarda Municipal participasse do policiamento e do evento. O coronel disse acreditar que acredita a Guarda Municipal trabalhará no policiamento de fim de ano, principalmente no policiamento em prédios públicos e terminais de ônibus.

Ainda segundo o coronel, o policiamento será feito por todas as forças policiais, como as polícias Civil e Militar, Guarda Municipal e Corpo de Bombeiro. “A maioria da força policial está direcionada para segurança no final do ano”, destacou.

Com relação ao policiamento no final do ano, ele aconselha que as pessoas permaneçam atentam ao realizar as comprar de fim de ano. Conforme o comandante, a polícia irá realizar  abordagem em pontos de ônibus e também tirar armas de fogo de circulação.

Sobre aos bairros considerados perigos, Mazuy explicou que serão realizadas operações pela tropa de choque e batalhões táticos para coibir crimes. O coronel citou como exemplo, os bairros Dom Antônio Barbosa e Jardim Itamaracá, onde estavam sendo registrados altos índices de criminalidade, e que com as operações, os crimes foram reduzidos.