Paulo Henrique da Cruz Oliveira, de 21 anos o “Perninha” e Rômulo Pereira Sousa, de 22 anos o “Gordinho”, ambos de Paranaiba (MS), foram presos pela polícia depois que os agentes estouraram uma “boca de fumo” no bairro Sonho Meu V em Chapadão do Sul.

Segundo o delegado Cleverson Alves dos Santos, a quadrilha estava sendo monitorada há dias até ser fechada. Eles teriam alugado um quarto para comercializar os entorpecentes.

Ainda segundo a polícia, no local foram encontrados oito cápsulas de pasta base e oito pedaços de maconha, dois revólveres, um de calibre 32 e outro de calibre 38, mais quatro munição calibre 32 e seis de calibre 38 intactas. As armas estavam em um quintal que a frente da residência debaixo de um colchão velho.

No interior da residência foi encontrado, um aparelho de DVD, dois aparelhos de telefones celulares, uma TV 14 polegadas e R$ 500 em dinheiro. A polícia suspeita que os aparelhos sejam produto de furto que usuários trocaram por droga.

De acordo com a polícia, Rômulo seria reincidente, ele foi preso em Cassilândia (MS) por tráfico de drogas e estava em liberdade havia cinco meses. Rômulo trabalhava em um lava jato em Chapadão do Sul.