Policiais Militares Ambientais de Três Lagoas, em fiscalização nas propriedades rurais do município de Água Clara fecharam ontem uma carvoaria que funcionava sem autorização do órgão ambiental competente.

A atividade pertencente à microempresa “Carvoaria São João” possuía 39 fornos e processava o carvão com lenha de cerrado ilegalmente. Os policiais interditaram a carvoaria e autuaram administrativamente o proprietário arlos Soares Batista, residente em água Clara, sendo arbitrada multa de R$ 10.000,00.

No local foram apreendidos 490 m³ de lenha e 196 m³ de carvão. O autuado responderá por crime ambiental e poderá, se condenando, pegar pena de 06 meses a 01 ano de detenção.