O teto de uma igreja desabou no Estado de Tamaulipas, no norte do México, durante uma missa nesse domingo (1), matando pelo menos 10 pessoas e ferindo cerca de 60. Equipes de busca ainda investigavam os destroços da igreja, em Ciudad Madero, até a manhã desta segunda-feira (2), em busca de sobreviventes e mais vítimas.

Acredita-se que aproximadamente 30 pessoas tenham ficado presos nos escombros quando o telhado desabou, disseram as autoridades.

Os investigadores rastejaram sob os destroços e as autoridades contaram com cães farejadores para ajudar na busca por possíveis sobreviventes. A polícia estadual de Tamaulipas disse que cerca de 100 pessoas estavam na igreja no momento do desabamento.

O gabinete do porta-voz da segurança de Tamaulipas disse que 10 pessoas foram confirmadas como mortas no colapso, que descreveu como provavelmente causado por uma falha estrutural. O gabinete disse que 23 dos 60 feridos permanecem hospitalizados, sendo dois em estado grave.

O bispo José Armando Alvarez, da Diocese Católica Romana de Tampico, disse que o telhado desabou enquanto os paroquianos recebiam a comunhão na Igreja de Santa Cruz.

Posteriormente, a diocese publicou uma de pessoas feridas, incluindo um de 4 meses, três de 5 anos e duas crianças de 9 anos.

O número de vítimas jovens – os policiais disseram que três dos mortos eram crianças – pode ter sido devido ao fato de os batismos serem realizados na igreja.

Fotos publicadas pela mídia local mostraram a estrutura de concreto e tijolos, com partes do telhado caídas quase no chão. Imagens de câmeras de segurança a cerca de um quarteirão de distância captaram o momento do incidente.

O telhado parecia ser feito de concreto vazado relativamente fino, e fotos distribuídas pelas autoridades estaduais mostravam o forro do telhado apoiado no topo dos bancos em algumas partes da igreja. Isso deixou aberta a possibilidade de haver espaços para quaisquer sobreviventes.

“Neste momento, o trabalho necessário está sendo realizado para extrair as pessoas que ainda estão sob o rublo”, disse Alvarez numa mensagem gravada. “Hoje vivemos um momento muito difícil “.

(Com informações da Associated Press)