Mundo

Inédito: Americano recebe 1º transplante de coração de porco da história

A operação realizada demonstrou pela primeira vez, que o coração de um animal pode continuar a bater em um ser humano sem rejeição imediata

Maria Eduarda Fernandes Publicado em 11/01/2022, às 17h12

Homem que recebeu o transplante de coração
Homem que recebeu o transplante de coração - Divulgação

Os Estados Unidos realizaram na última sexta-feira (7) o primeiro transplante de coração de um porco para um humano na história. A primeira pessoa do mundo a passar pelo procedimento, David Bennett de 57 anos, está bem após a cirurgia.

A modificação foi realizada pela empresa de biotecnologia Revivicor, que também forneceu o porco usado em um transplante inovador de rim em um paciente com morte cerebral em Nova York em outubro. Revolucionária, a nova técnica é comemorar porque pode ajudar a solucionar o problema da falta de órgãos doados.

"Era morrer ou fazer esse transplante. Eu sei que é um tiro no escuro, mas é minha última escolha" disse David Bennett a BBC News um dia antes da cirurgia de coração. Ele permanecerá em monitoramento pelas próximas semanas, para analisar o funcionamento de seu novo coração. 

Segundo o Jornal Razão, O porco doador pertencia a um rebanho que passou por um procedimento de modificação genética para remover um gene que produz um açúcar que teria desencadeado uma forte resposta imune de um ser humano e causado a rejeição do órgão.

(Com supervisão de Guilherme Cavalcante)

Jornal Midiamax