China não participará de sanções financeiras contra a Rússia, diz autoridade

Sanções financeiras unilaterais normalmente "não têm efeito positivo" e carecem de base legal, afirmou Guo Shuqing
| 02/03/2022
- 13:07
China não participará de sanções financeiras contra a Rússia, diz autoridade
Imagem: Pixabay/Paolinio

A se opõe a sanções financeiras unilaterais e não seguirá medidas similares impostas por nações ocidentais à Rússia, disse o presidente da Comissão Reguladora de e Seguros da China, Guo Shuqing, nesta quarta-feira. Nas últimas sanções em resposta à invasão da Ucrânia pela Rússia, aliados ocidentais decidiram cortar vários bancos russos do sistema global de transações financeiras Swift.

"Não participaremos de tais sanções e continuaremos a manter intercâmbios econômicos, comerciais e financeiros normais com as partes relevantes", disse Shuqing. Sanções financeiras unilaterais normalmente "não têm efeito positivo" e carecem de base legal, de acordo com ele.

Dado os laços estreitos entre Pequim e Moscou, os analistas acreditam que a China poderia ajudar a fornecer uma alternativa ao Swift com seu sistema de liquidação chamado Cross-Border Interbank Payment System, embora a rede chinesa tenha alcance muito limitado.

Guo disse que o impacto de tais sanções na economia e no sistema financeiro da China "não é muito óbvio agora e precisa ser observado", mas deve ser limitado, dada a resiliência da economia chinesa. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

Cidadãos no Japão celebram hoje 77 anos desde o fim da Segunda Guerra Mundial. No...

Últimas notícias