De acordo com UOL, as autoridades pediram aos moradores que não se aproximem a menos de cinco quilômetros da cratera, pois o ar saturado de cinzas e poeira é perigoso para pessoas vulneráveis.

O presidente indonésio, Joko Widodo, prometeu que o governo ajudará todos que não podem retornar para casa devido ao risco de erupção. “Espero que, quando as coisas se acalmarem, consigamos recuperar a e pensar na possibilidade de retirar as casas de áreas consideradas perigosas”, disse, antes de citar 2.000 residências.

Essa não é a primeira vez que o Semeru entra em erupção, mas pouquíssimas vezes foram destrutivas desta forma.

Saiba Mais