O vídeo polêmico 

O narrador diz:

 

Anúncio foi removido do YouTube

Vídeo criticado também por incitar crime 

O problema da campanha publicitária não foi só o sexismo. O vídeo polêmico despertou comparações com os crimes ‘molka’ – que envolvem homens filmando mulheres secretamente sem seu consentimento.

Molka, que significa literalmente “câmera secreta”, tornou-se um grande problema para as mulheres na Coréia do Sul.

Comentários nas criticaram a associação com o ato de capturar imagens de mulheres de forma oculta. 

Para piorar, nem todas as pessoas retratadas na cena eram mulheres. Citando um funcionário da empresa de laticínios, o jornal The Korea Herald disse que a maioria, ou seis entre oito pessoas, representadas na cena problemática eram na verdade homens.

Embora tenha se desculpado, a Seoul Milk não pode alegar falta de experiência anterior com campanhas polêmicas. Em 2003, a empresa encenou uma performance em que modelos nuas borrifaram iogurte umas nas outras.

 O gerente de marketing da Seoul Dairy Cooperative, o chefe da agência de relações públicas, o diretor do evento e as modelos foram multados por obscenidade, segundo o jornal The Korea Herald.