Matthew Perry, o eterno Chandler de Friends, morreu na noite do último sábado, 28, aos 54 anos. O ator deixou um patrimônio milionário, resultado do seu trabalho na sitcom americana e em outros papéis na televisão e no cinema, além de investimentos imobiliários que fez ao longo de vida.

De acordo com o site Celebrity Net Worth, o ator tinha um patrimônio liquido de cerca de 120 milhões de dólares (aproximadamente R$ 600 milhões). Como Perry não era casado e nem tinha filhos, é provável que a fortuna fique para seus pais, Suzanne Morrison e John Bennett Perry, a menos que ele tenha deixado um testamento com outras instruções.

Patrimônio de Matthew Perry

No início de Friends, em 1994, cada um dos seis personagens principais ganhava cerca de 22,5 mil dólares por episódio. Com o sucesso da série, os salários foram aumentando e, no auge da popularidade, os atores negociaram para que todos tivessem um de 1 milhão de dólares por episódio.

Estima-se que Perry tenha acumulado 90 milhões de dólares (R$ 450,6 milhões, na cotação atual) somente com o salário que recebeu ao longo de sua atuação em Friends. O ator ainda ganhou royalties residuais por reprises do programa, que podem ter sido entre 10 e 20 milhões de dólares (R$ 50 e R$ 100 milhões) por ano.

Ainda de acordo com o Celebrity Net Worth, Perry fez diversos investimentos imobiliários entre 2011 e 2023 nos Estados Unidos. Antes de sua morte, ele ainda era dono de duas propriedades em Los Angeles, avaliadas em 6 milhões e 5 milhões de dólares (R$ 30 milhões e R$ 25 milhões, respectivamente).

Morte de Matthey Perry

Segundo as informações do site TMZ, Perry foi encontrado em uma jacuzzi na sua casa na região de Los Angeles, tendo aparentemente se afogado. Nenhuma teria sido encontrada pela polícia no local. O caso será investigado.

Na madrugada do domingo, 29, o site disse que as circunstâncias da morte ainda são nebulosas, já que uma fonte disse à publicação que ele teria morrido, em casa conforme divulgado, depois de voltar de duas horas de prática de pickleball.

Também no domingo, a publicação informou que embora a polícia não tenha encontrado drogas ilícitas, havia na casa de Matthew Perry antidepressivos, ansiolíticos e um medicamento para doença pulmonar obstrutiva crônica – usado por quem tem enfisema ou bronquite crônica.

Matthew foi fumante durante sua vida. O resultado do exame toxicológico para determinar se o ator havia ingerido alguma droga pode levar meses a ser divulgado, segundo o site.

Saiba Mais