MidiaMAIS / Famosos

Jim Carrey é acusado de ter comprado pílulas que mataram ex

A maquiadora morreu em setembro de 2015

Guilherme Cavalcante Publicado em 19/09/2016, às 18h43

None
cathriona-white-jim-carrey-may-18-2015.jpg

A maquiadora morreu em setembro de 2015

O ator Jim Carrey está sendo acusado de ter facilitado a compra de pílulas usadas por sua ex-namorada, a maquiadora Cathriona White, para se matar. De acordo com o site TMZ, especializado em celebridades, quem move a ação é o ex-marido da maquiadora.

Jim Carrey é acusado de ter comprado pílulas que mataram exDe acordo com o TMZ, o processo movido contra Carrey afirma que três drogas foram encontradas em um frasco, que estava com o nome de Arthur King, no caso, um suposto pseudônimo do ator. Ocorre que na Califórnia é crime conseguir prescrição médica através de um nome que não seja o seu.

A ação traz que três ou quatro dias antes de Cathriona morrer, o ator deu a ela as pílulas e alega que Carrey tentou esconder seus rastros após a morte da maquiadora. Segundo o TMZ, ator teria enviado uma mensagem de texto à namorada avisando que tinha trocado os remédios, ou afirmado que ela os tomou sem o seu conhecimento. Cathriona foi encontrada morta no fim de setembro de 2015, em Los Angeles.

Jornal Midiamax