Abram alas, que ele quer passar! Avisa que ele vem com tudo e com a pompa toda no remake de “Renascer”. Sul-mato-grossense respeitado Brasil afora por seu trabalho na música, também vem despontando como ator. Depois de brilhar em vários sucessos e até protagonizar uma novela na extinta Manchete na década de 90, a personalidade sul-mato-grossense volta às telinhas na nova novela da TV Globo que estreou nesta segunda-feira (22).

Em “Renascer”, o músico interpreta o personagem mais diferente de sua carreira, porém, nem tão diferente assim. Na trama, Almir será Rachid, papel que nos primeiros capítulos fica a cargo de seu filho, Gabriel Sater. Após uma passagem de tempo na terceira semana, o pai entra em cena e encarna o mascate libanês já mais velho.

Mas como isso ainda vai demorar, os precisam acalmar os ânimos e apreciar os episódios iniciais de “Renascer” cientes da espera para ver Almir brilhando em cena.

Eterno homem pantaneiro

Como já destacado, Rachid é o personagem que mais diferencia seus trabalhos na TV, com algumas ressalvas. É que o artista campo-grandense sempre aparece como alguém da roça, associado ao pantanal. Seja na novela homônima, ou em “A História de Ana Raio e Zé Trovão” (1991), “O Rei do Gado” (1996) e “Bicho do Mato” (2006).

Desta vez, ele vive um tipo libanês, com direito a sotaque e tudo. Só esse fator já afasta Sater da repetição eterna do homem pantaneiro. Entretanto, em vários outros pontos, o “deja vu” fica inevitável. Isso porque Rachid é tão misterioso quanto Trindade (de “Pantanal”, 1990) e Eugênio (de “Pantanal”, 2022). O tipo também esconde seu passado e, apesar de um tom cômico, evidencia algumas forças “sobrenaturais”. Já vimos ele fazer isso antes.

Outro ponto é que Rachid é um mascate e o último papel do cantor em foi justamente o mascate Eugênio, no remake de “Pantanal”. Agora, no entanto, seu local de trabalho não será uma chalana no bioma. Vale lembrar que praticamente toda a equipe da nova versão de “Pantanal”, bem como o autor e diretor, trabalham no remake de “Renascer”.

Vantagem?

Em relação ao Rachid de Almir, Gabriel Sater comenta que o pai tem lá seus truques para interpretar o libanês por ser de ascendência sírio-libanesa. Contudo, a preparação do patriarca é um mistério para o filho, bem como a própria imagem de Almir caracterizado como Rachid, já que ainda não há nenhum registro vazado do músico em seu novo papel.

“É um personagem complexo, difícil, solar e apaixonante. Estou curioso. Meu pai não me mostrou muita coisa, só sei que o sotaque dele, a prosódia dele está ótima, visto que desde pequeno conviveu com a ascendência sírio-libanesa da nossa família. Então, ele pegou muito da embocadura dessa cultura”, afirmou o herdeiro em coletiva de imprensa.

Nas redes sociais, fãs manifestam ansiedade para o ver o cantor em sua primeira cena e esperam com frisson a entrega de corpo, voz e sotaque de Almir Sater. No entanto, ainda não há previsão de quando ele poderá ser visto em “Renascer”.

“Quero só ver como o Almir vai fazer o personagem do filho mais velho”, “Gabriel Sater entregou muito nesse primeiro capítulo, Almir vai ter que fazer bonito também” e “Ansiosa pra entrada do Almir Sater. O filho é lindo, mas o pai… é um deus”, são algumas reações na internet.

Fale com o WhatsApp do MidiaMAIS!

Tem algo legal para compartilhar com a gente? Fale direto com os jornalistas do MidiaMAIS através do WhatsApp.

Mergulhe no universo do entretenimento e da cultura participando do nosso grupo no Facebook: um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e no Tiktok.