O MIS (Museu da Imagem e do Som) apresenta, nesta terça-feira (19), às 19 horas, a “De la Basura: Arte-Resistência LGBTQIA+ sul-mato-grossense” durante a 17ª Primavera dos Museus.

O evento conta com mais de cinco artistas regionais que são da comunidade LGBTQIA+ e é uma parceria da (Fundação de de Mato Grosso do Sul) com a Subsecretaria LGBTQIA.

A exposição é em homenagem à artista e performance Sucia Inmunda Delabasura. A definição de Sucia, por ela mesma, era: “Trava NB du mato du mundo du mar de soja com 5 tetas, erva criadora ambulante. Ela dela – Elu delu.”

Conheça alguns artistas que participam da exposição:

Berbéla Mortíz tem o trabalho pautado nas vivências humanas e os atravessamentos que perpassam pelo corpo/fronteira. Acessa nas interpretações e performances, o hibridismo das linguagens e rituais. Nas cenas identifica-se com elementos espirituais e busca em suas pesquisas dialogar com as brasilidades e suas fronteiras.

Daniele Fagundes, Fotógrafa, Comunicóloga, graduada em Comunicação Social (Publicidade e Propaganda), pós-graduanda em fotografia, mulher lésbica, mãe, ativista feminista interseccional.

Ronald G. Rosa, paulistano nascido em 1963. Formação como veterinário pela USP especializado em conservação e educação ambiental, sempre fez uso das artes como parte do seu trabalho enquanto viveu no Pantanal. Atualmente desenvolve artes plásticas em sua oficina em Bonito.

Loren Artesã, mulher trans, artesã e produz vídeos de animação em stop motion também estará expondo seus vídeos.