Iasmin Calazans era criança quando, toda época de carnaval, acompanhava os ensaios da escola Império do Morro direto da varanda de casa. Por ter morado em frente à quadra da agremiação durante a inteira, ela testemunhou a movimentação da comunidade para os desfiles acontecerem ano após e ano e aprendeu a carregar o universo carnavalesco no coração.

Ainda em , se tornou frequentadora da Império do Morro e foi musa da escola de samba A Pesada. Embora não tenha participado ativamente como membro, viveu intensamente o carnaval dentro das duas. “O carnaval em Corumbá é uma loucura!”, define Iasmin.

Anos mais tarde, mudou-se para e logo procurou se envolver no carnaval da capital sul-mato-grossense para fazer vibrar aquele carnaval que ficou no coração. Foi aí que entrou na escola Igrejinha, em 2015.

Ao lado de Império do Morro e A Pesada, Igrejinha virou escola do coração (Foto: acervo pessoal)

Ela, que já havia sido eleita princesa e musa da nova agremiação, recebeu este ano o convite de ser rainha de bateria. “No início relutei, porque é uma responsabilidade muito grande e eu tinha muito medo, mas tive o apoio da comunidade e dos meus amigos. Está sendo uma experiência nova para mim”, conta.

Iasmin afirma estar muito feliz e empenhada em mostrar ter os principais atributos para desfilar como rainha de bateria. “Antes de qualquer coisa acredito que tem ter humildade e carisma. As pessoas estão ali prestigiando você, o seu samba, o seu trabalho. Sem o reconhecimento das pessoas, a gente não é ninguém! Tem que valorizar quem nos dá essa credibilidade”, ela começa. “Entrosamento com a bateria e muita disposição não podem faltar”, complementa.

Trabalho, treino, ensaio e costura

Aos 32 anos e trabalhando como analista financeira, Iasmin segue uma rotina de ensaios e treinos para se preparar para o desfile da Igrejinha, que será no dia 20 de fevereiro.

É cansativo, mas ela afirma estar dando conta. “Eu treino com acompanhamento de uma personal quatro vezes por semana e passei a ensaiar com a bateria de duas a três vezes por semana. Tem dias que é ‘puxado' por causa do trabalho, mas a gente sempre consegue conciliar tudo”, diz.

Iasmin, que faz as próprias fantasias, surgiu de Kitana, personagem do jogo Mortal Kombat, no lançamento do samba-enredo da Igrejinha (Foto: acervo pessoal)

Além disso, a rainha de bateria está confeccionando a própria fantasia e a fantasia de outras pessoas que vão participar do desfile. “Tem dias que é ‘batidão' mesmo. Estou cansada, mas muito feliz!”, garante.

Família toda no carnaval

O marido de Iasmin foi o rei momo do carnaval do ano passado em Campo Grande. Já a filha ainda não havia participado antes de nenhum desfile, mas se animou este ano. É que o tema do desfile da Igrejinha será o universo das . “Ela se interessou ao saber do tema e vai desfilar pela primeira vez. Vai ser muito divertido estar com minha família toda no carnaval”, diz a rainha de bateria.

Sobre o tema do desfile, ela ainda detalhou. “Falaremos sobre o mundo mágico das crianças, heróis, castelos, brincadeiras. Tá lindo! Nosso enredo é leve, tenho certeza que tanto os adultos quanto as crianças vão amar o que vão ver na avenida”, fala.

Iasmin disse ao MidiaMAIS que sente falta de ver mais campo-grandenses valorizando e participando do carnaval, “Embora em Campo Grande o carnaval não seja tão valorizado, a gente segue firme com essa cultura. É a festa mais linda do mundo! As pessoas deveriam prestigiar mais”, finaliza.

Desfiles em Campo Grande

A escola Igrejinha vai desfilar às 23h da segunda-feira de carnaval (20). No mesmo dia, Herdeiros do Samba, Unidos do e Unidos da Vila Carvalho apresentam seu samba.

Já na terça-feira (21), segundo e último dia de desfile em Campo Grande, será a vez de Cinderela Tradição do José Abraão, Deixa Falar, Unidos do Aero Rancho e Catedráticos do Samba.