Pesadelo ao vivo: lives no TikTok mostram vida da população em meio à guerra Rússia VS Ucrânia

A Rússia deu início a uma invasão na Ucrânia, país localizado na Europa, na madrugada desta quinta-feira (24)
| 24/02/2022
- 18:50
Vídeos no TikTok mostram ataques no conflito entre Rússia e Ucrânia
Vídeos no TikTok mostram ataques no conflito entre Rússia e Ucrânia - Foto: Reprodução/TikTok

A Rússia deu início a uma invasão na Ucrânia, país localizado na Europa, na madrugada desta quinta-feira (24), com ataques aéreos por toda a região, incluindo a capital Kiev. Além disso, o presidente russo Vladimir Putin autorizou invasão com forças terrestres ao norte, leste e sul do país rival. Em meio a um cenário de terror que remete à Segunda Guerra Mundial, o — uma das maiores de vídeo do mundo — está cheia de lives que mostram o pesadelo da população, a principal vítima de todo esse conflito político.  

Os vídeos, normalmente amadores dos próprios moradores, refletem momentos de tensão entre famílias, jovens, crianças, mulheres e trabalhadores. Em meio a sirenes, alertas e aviões de guerra que sobrevoam o território, conteúdo é visto como um apelo e, quem sabe, até um pedido de socorro para que o mundo volte os olhos para o que está acontecendo por lá.  

@alvarosanclertv

Rússia ataca Ucrânia.

♬ som original - Álvaro Sancler TV

Confira abaixo perfis que estão mostrando em tempo real o conflito entre Rússia VS Ucrânia

Confira mais vídeos dos ataques da Rússia à Ucrânia:

@kelvinmarden Ucrânia está sendo bombardeada #guerra #ucrania ♬ Oceans (Hillsong United Remix) - FOA Rockout
@metropolesoficial Após #Putin anunciar operação militar, #Kharkiv, na #Ucrânia, é bombardeada pela #Rússia #guerra #TikTokNotícias ♬ som original - Metrópoles Oficial
@metropolesoficial Poucas horas após a #Rússia invadir a #Ucrânia, #sirenes alertaram a população de #Kiev para a possibilidade de ataques aéreos #guerra #TikTokNotícias ♬ som original - Metrópoles Oficial

Veja também

Imagem sobre suposta mudança deixou alguns usuários intrigados. Segundo a rede social, os rumores sobre a novo recurso não são verdadeiros.

Últimas notícias