Ao ficar sabendo da morte de Guilherme de Pádua, moradora de Campo Grande se manifestou nas redes sociais e afirmou ter conhecido o assassino confesso de Daniella Perez.

Em relato ao Jornal Midiamax, a campo-grandense deu detalhes sobre suas impressões a respeito do ex-ator e pastor da Igreja Batista da Lagoinha, que morreu na noite deste domingo (6), após sofrer um infarto fulminante em sua casa, em Belo Horizonte.

No relato, a moradora da Capital de Mato Grosso do Sul diz ter percebido algo em Guilherme de Pádua.

“Em um determinado momento [da minha vida], eu conheci o Guilherme em Belo Horizonte, já atuando como pastor consagrado. Nem parecia ser um assassino, mas eu percebia que ele carregava dentro de si o peso do arrependimento”, comenta ela.

Guilherme de Pádua morreu aos 53 anos de idade - (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Guilherme de Pádua morreu aos 53 anos de idade – (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

A colocação gerou burburinho e o arrependimento de Guilherme de Pádua foi colocado em “xeque”. “Será que se arrependeu mesmo?”, questionou um sul-mato-grossense. “Dizem que psicopata não se arrepende”, opinou outro.

Em resposta, a moradora que conheceu o assassino de Daniella Perez rebateu. “Deus conhece cada um de nós!! Sinto muito pelos pais dele. Psicopatas são doentes, mas o Guilherme eu sentia que ele carregava esse arrependimento e remorso, sem conserto ao nossos olhos”, pontuou.

Glória Perez, a mãe de Daniella, vítima da ganância do assassino confesso, chegou a comentar que Guilherme de Pádua é um psicopata. A declaração foi feita na série documental da HBO sobre o crime contra sua filha, “Pacto Brutal” e, inclusive, é reiterada pela psiquiatra Ana Beatriz Barbosa, que em seu livro “Mentes Perigosas” dedicou um capítulo para explicar a psicopatia de Guilherme de Pádua.

Morte de Guilherme de Pádua

Igreja Batista da Lagoinha de Belo Horizonte publicou uma nota de pesar oficial a respeito da morte do pastor. Segundo a Igreja, o assassino de Daniella Perez morreu de infarto na noite deste domingo (6), quase 30 anos após matar a filha de Glória Perez em um suposto ritual satânico.

“É com imenso pesar a morte do pastor Guilherme de Pádua após sofrer um infarto na residência em que morava em Belo Horizonte. Com 53 anos recém-completados no último dia 2 de novembro, Guilherme compunha o time pastoral da Lagoinha desde sua ordenação, em 2017, liderando o ministério Recomeço, que atua dentro e fora dos presídios da capital mineira e região metropolitana”, diz o comunicado.

Daniella Perez foi assassinada aos 22 anos - (Foto: TV Globo)
Daniella Perez foi assassinada aos 22 anos – (Foto: TV Globo)

Assassinato de Daniella Perez

Daniella era filha da autora Glória Perez, reconhecida por ter escrito novelas de estrondoso sucesso como “O Clone”, “Caminho das Índias”, “Salve Jorge”, e atualmente no ar com “Travessia”, todas da TV Globo.

No auge de seus 22 anos, Dani brilhava interpretando a personagem Yasmin em uma novela de sua mãe, “De Corpo e Alma”. Na obra, fazia par romântico com o ator Guilherme de Pádua, o Bira, que veio a se tornar seu assassino na vida real.

Obcecado pela fama, Guilherme de Pádua começou a se aproximar de Daniella mais do que deveria, por ela ser filha da autora da novela. O processo, resgatado em julho deste ano pela série da HBO Max, “Pacto Brutal”, revela que o ator assediava Dani na tentativa de convencê-la a influenciar a mãe a lhe dar mais destaque no folhetim, em 1992.

Daniella e seu assassino Guilherme de Pádua, na última cena que gravaram juntos minutos antes da emboscada - (Fotos: TV Globo)
Daniella e seu assassino Guilherme de Pádua, na última cena que gravaram juntos minutos antes da emboscada – (Fotos: TV Globo)

Dani não correspondia às investidas, deixando Guilherme preocupado. Até que ele recebeu um bloco de capítulos e notou que não aparecia em dois. O assassino entrou em desespero e pensou que a colega pudesse tê-lo denunciado para a autora.

Posteriormente, Glória explicou que a não aparição de Guilherme naqueles episódios foi motivada pelo corte de um plot de sequestro a pedido da Globo, do qual ele participava. Glória também revelou que a filha jamais contou sobre o assédio que sofria.

Vítima de ritual satânico

Com base nos autos do processo, no dia 28 de dezembro de 1992, Guilherme de Pádua e sua esposa Paula Thomaz emboscaram Daniella, a desacordaram e a levaram para um matagal. Lá, desferiram 18 golpes de punhal no tronco e no pescoço, sendo que o coração da atriz e bailarina ficou exposto.

Naquele mesmo dia, os atores passaram horas gravando as cenas do término do casal Yasmin e Bira na novela. Na cabeça do assassino, Dani o tinha denunciado. Então, ao final do expediente, o ator e a esposa agiram.

Assassinos condenados Guilherme de Pádua e Paula Thomaz e a vítima Daniella Perez
Assassinos condenados Guilherme de Pádua e Paula Thomaz e a vítima Daniella Perez

O processo aponta indícios de que Daniella foi vítima de um ritual satânico macabro e que Guilherme e Paula a mataram por cobiça, ganância e inveja, conforme declarou o juiz na sentença.

Condenados, eles cumpriram parte da pena e logo foram liberados. Guilherme hoje atua como pastor em Belo Horizonte e Paula vive no Rio de Janeiro, nas redondezas de Glória Perez, a mãe da vítima, que lutou e ainda luta para preservar a memória da filha.

Final

O crime comoveu o Brasil e é lembrado até hoje, especialmente após a repercussão da série documental da HBO Max.

Dani foi morta enquanto a novela ainda estava no ar. Para justificar a ausência da personagem da filha, Glória Perez escreveu que Yasmin ganhou uma bolsa de estudos e foi estudar no exterior. Já o Bira de Guilherme de Pádua nunca mais foi mencionado e simplesmente sumiu.

A autora fechou um acordo com a Globo combinando que a obra jamais seria reprisada em hipótese alguma. No último capítulo de “De Corpo e Alma”, uma homenagem para Dani foi exibida antes do encerramento. Veja:

Fale com o Midiamax

Tem alguma denúncia, flagrante, reclamação ou sugestão de pauta para o Jornal Midiamax? Envie direto para nossos jornalistas pelo WhatsApp (67) 99207-4330. Acima de tudo, com sigilo garantido por lei.

Acompanhe nossas atualizações no Facebook, Instagram e Tiktok.