MidiaMAIS

Abandonado, cãozinho que atravessou Campo Grande ganha até 'vídeo fofo' na busca por novo dono

Acolhido, limpinho, de barriguinha cheia e num lar provisório, ele começa agora uma nova fase em busca de uma família

Danúbia Burema Publicado em 11/04/2021, às 10h34

Cap foi resgatado das ruas e procura um lar cheio de amor. Quem poderá garantir isso a ele?
Cap foi resgatado das ruas e procura um lar cheio de amor. Quem poderá garantir isso a ele? - Deyvid Guimarães | Arquivo pessoal

Quem vê o Cap limpinho, alimentado e todo bonitão com uma bandana do Capitão América não imagina que há poucos dias ele estava perambulando perdido pelas ruas de Campo Grande. E perambulando muito.

No sábado (27) o cãozinho chamou atenção de uma moça, que fez postagem dele perdido no bairro Lar do Trabalhador. Ela não conseguiu recolhê-lo porque estava arredio. Cerca de 24h depois, Cap já havia praticamente atravessado a cidade e foi parar no bairro Coronel Antonino.

Cap é de pequeno porte, tem aproximadamente um ano e é extremamente dócil | Foto: Deyvid Guimarães | Arquivo do leitor
Caption

Deyvid Guimarães, que já havia visto a postagem feita em um grupo de cães perdidos, não teve dúvida e resgatou o bichinho. “Pela situação em que ele foi encontrado, infestado de carrapatos, é quase um milagre ele estar saudável”, contou o rapaz.

Desde então Cap sofreu uma transformação digna de antes e depois. Ganhou banho, desinfestação, consulta com veterinário e vários exames. Todos descartaram doenças, inclusive leishmaniose.

A aventura de resgate e recuperação foi mostrada por Deyvid em um vídeo emocionante, postado por ele nas redes sociais. O antes e depois surpreende, pelo estado em que ele se encontrava nas ruas, cheio de machucados e infestado de carrapatos.

Várias postagens foram feitas em grupos de cães perdidos, em busca do dono do cachorro, na esperança de que ele tivesse somente se perdido. Mas, até o momento, ninguém se manifestou reivindicando a guarda.

Adoção responsável

Acolhido, limpinho, de barriguinha cheia e num lar provisório, Cap começa agora uma nova fase: a de encontrar um tutor definitivo e fazer parte de uma família. Após todo o cuidado com o cãozinho, Deyvid explica que não tem espaço suficiente para acolhê-lo permanentemente, pois já tem um cachorro de grande porte. Avaliado pelo veterinário com pouco mais de um ano, o cãozinho já trocou a dentição e ainda deve crescer um pouco. Ele foi vermifugado e vacinado com a V10 e antirrábica.

Extremamente dócil, Cap mostra conviver bem com outros cães. No vídeo feito por Deyvid, que trabalha com produções audiovisuais, Cap aparece próximo do cão da família. Mas, é com humanos que a interação é maior: ele não perde a chance de ganhar um chamego. O nome também é provisório, a ideia é que o novo humano dele escolha como vai se chamar.

Solidariedade

“É uma ajuda muito grande”, diz Maria Lucia, fundadora da ONG Abrigo dos Bichos, sobre a postura do rapaz em abrigar um animal, mesmo não podendo ficar com ele permanentemente. Com atuação em resgate de animais há 20 anos, ela ressalta que ‘nem todo cachorro que está na rua é de rua’, muitos possuem dono, mas ficam à solta sem nenhum cuidado.

Esse mau hábito propicia a disseminação de doenças, cruzas indesejadas aumentando as ninhadas descontroladamente, sem falar em atropelamentos e outros problemas aos quais os animais estão sujeitos. De acordo com ela, a postura de pessoas que assim como Deyvid ajudam como podem já faz diferença na luta em prol da defesa dos animais. "Se cada um fizer um pouquinho já e uma corrente do bem”, finaliza.

Atualização

Devido ao grande número de candidatos a adoção do Cap, o telefone foi retirado da matéria e voltará caso nenhum seja escolhido. A escolha está condicionada à entrevista e acompanhamento da adoção.

Jornal Midiamax