Zara é acusada de plagiar artistas e briga vai parar na Justiça

Mais de 40 imagens teriam sido usadas indevidamente
| 28/07/2016
- 19:12
Zara é acusada de plagiar artistas e briga vai parar na Justiça

Mais de 40 imagens teriam sido usadas indevidamente

A rede espanhola de roupas, acessórios e calçados Zara tem sofrido diversas acusações de plágio desde a semana passada, quando a artista californiana Tuesday Bassen publicou, em sua conta no Instagram, que a empresa teria copiado seu trabalho.

Após acusar a empresa, a artista recebeu a resposta de que ela “não é relevante o suficiente para que clientes associassem seu trabalho às roupas”. De acordo com o portal de notícias sobre e cultura FFW, a resposta da rede a Bassen fez com que vários artistas tomassem a iniciativa de denunciar outros casos de plágio supostamente feitos pela Zara.

 

Apesar da alegação da empresa, Tuesday já realizou diversas produções importantes, tendo colaborado com grandes marcas como Adidas e Urban Outfitters. Coletivos e designers, encorajados pelo relato, começaram a postar trabalhos seus que foram utilizados sem permissão pela empresa.

Eles publicaram as imagens no site Shop Art Theft, criado por Bassen. Nele, já há mais de 40 imagens usadas indevidamente pela Zara, conforme afirma o FFW. A briga foi parar na Justiça e o processo ainda está no início, mas a empresa já bloqueou os artistas nas redes sociais.

 

Veja também

A última pergunta do 'Quem Quer Ser Um Milionário' era sobre o número da camiseta que Pelé usou na Copa do Mundo de 1958

Últimas notícias