O psicólogo Ronilço Guerreiro já é conhecido aqui no Midiamax. A cada nova ideia que ele tenta emplacar, a gente compra para dar uma ajudinha na divulgação. E agora não poderia ser diferente, como seu mais novo projeto: o Mototeca.

A ideia assim como outras do psicólogo visa incentivar a leitura. Mas para sair do papel e funcionar são necessários R$ 13 mil para a compra do veiculo. Por isso, Ronilço começou uma vaquinha, chamando a galera via facebook, para colaborar no projeto.

Criador do Gibiteca, Gibicicleta, Livros Carentes, Café Cultural, e o das Minibibliotecas nos terminais, Guerreiro explica, que o objetivo é sempre incentivar o hábito de ler entre as crianças e jovens de Campo Grande.

Na Gibiteca, por exemplo, projeto mais antigo, criado há cerca de 20 anos, os frequentadores têm um um espaço super bacana, com vários gibis, livros, computadores e salinha de cinema para soltarem a imaginação.

Já as minibibliotecas levam leitura para quem aguarda o ônibus nos terminais. Projetado no inicio deste ano, o projeto passa a funcionar efetivamente no dia 3 de junho quando os terminais começam a receber as minibibliotecas. Recebem primeiramente o móvel os terminais Júlio de Castilho, General Osório, Guaicurus e Bandeirantes.

Com data certa para instalar as primeiras minibibliotecas, Ronilço conta que vai precisar do transporte vai forte e rápido para carregar os livros, por isso a motocicleta, ou seja, a mototeca.

E como não poderia deixar de ser, porque não aproveitar o veiculo e transformá-lo em uma biblioteca ambulante? “A mototeca vai aos bairros levar livros e gibis. A gibicicleta é muito pesada. Vai ficar para ir aos lugares mais pertos. Já para abastecer os terminais de ônibus com os livros e percorrer os locais mais distantes vamos usar a mototeca”, diz.

O veiculo custa R$ 13 mil. Quem quiser doar a conta é no Banco do Brasil, agência 2959-9, conta corrente 93.641-3. O depósito precisa, necessariamente, ser identificado.