Um pintor apenas identificado como I.Z., de 41 anos, foi uma das vítimas que estava dentro da loja de material de construção civil, no Bairro Buriti, região sudoeste de Campo Grande, na manhã desta quarta-feira (23). Ele era o único cliente que estava no local, além da comerciante, de uma funcionária e de uma criança de colo.

O homem contou que está trabalhando nas proximidades do comércio e que tem ido constantemente ao local para comprar algum material. Ele disse que entrou na loja, foi até a mesa de café, serviu um copo e começou a olhar uma prateleira, quando foi surpreendido por um dos criminosos, que encostou a arma de fogo nas costas dele.

O ladrão anunciou o assalto e mandou que o pintor entregasse o celular e dinheiro. Em seguida, o suspeito ordenou que a vítima fosse para o fundo do estabelecimento,  com as duas mulheres e a criança.

No local, os ladrões mandaram que as vítimas ficassem de cabeça abaixada. O pintor afirma que viu apenas dois dos criminosos e que eles teriam de 18 a 19 anos.

Informações preliminares dão conta de que do caixa da loja foram levados R$ 200.