Nelsinho Trad gastou mais do que arrecadou, segundo prestação de contas

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) disponibilizou nesta quarta-feira (6) a primeira parcial da prestação de contas dos candidatos nestas eleições. Segundo as informações, o candidato peeemedebista Nelsinho Trad, que concorre à sucessão estadual, gastou mais do que arrecadou até o momento. O total de despesa é R$ 1.619.000,00 a mais que o total de receita. […]
| 07/08/2014
- 01:47
Nelsinho Trad gastou mais do que arrecadou, segundo prestação de contas

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) disponibilizou nesta quarta-feira (6) a primeira parcial da prestação de contas dos candidatos nestas eleições. Segundo as informações, o candidato peeemedebista , que concorre à sucessão estadual, gastou mais do que arrecadou até o momento. O total de despesa é R$ 1.619.000,00 a mais que o total de receita.

Segundo as informações da Justiça Eleitoral, Nelsinho arrecadou R$ 3.251.000,00. As duas doações vieram da mesma fonte, do frigorífico JBS S/A, que no dia 22 de julho doou R$ 3.101.000,00 e mais R$ 150 mil no dia 28 do mesmo mês. As doações foram feitas em cheques.

Já, as despesas alcançam o valor de R$ 4.870.671,21, entre encargos financeiros, taxas bancárias, materiais de expediente, alimentação, serviços prestados por terceiros, doações financeiras a outros candidatos ou comitês financeiros e locação de veículos.

As doações variam entre R$ 2 mil a R$ 50 mil, como o candidato Fabio Trad (PMDB) que concorre à reeleição como deputado federal.

Outros gastos como locação de veículos somam R$ 277.200,00. Já, a Gráfica Alvorada recebeu mais de R$ 100 mil por impressão de material. A primeira parcial da prestação de contas deve constar a discriminação dos recursos em dinheiro ou estimáveis que foram arrecadados e também os gastos realizados e detalhamento dos doadores e fornecedores.

Últimas notícias