Uma briga entre funcionário do Hospital Regional Rosa Pedrossian terminou na delegacia neste domingo (20). O registro foi feito por um homem que disse ter sido ameaçado com uma arma de choque por uma colega de trabalho.

Segundo a vítima, um homem de 34 anos, os problemas com a agressora, uma mulher de 45 anos, já estão ocorrendo há vários meses. Há cinco meses, ela teria colocado uma faca na garganta dele e falado que seria fácil matá-lo.

O homem disse à Polícia Civil que as ameaças ocorreram dentro do local de trabalho. Por volta das 10h30, a mulher teria disparado uma arma de choque na direção dele. O choque não atingiu o homem que afirmou aos policiais que a intenção dela era de intimidar, mas não atingi-lo.

Ainda conforme o registro, a vítima disse que testemunhas perguntaram para a mulher o motivo de levar as armas e ela respondeu que era para ‘dar um susto’ na vítima.

O caso foi registrado como ameaça na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.