Invasor transforma parque público em ‘casa’ e assusta moradores do Jardim Zé Pereira

Moradores do Jardim Zé Pereira, em Campo Grande, estão incomodados com uma invasão no Parque Imbirussu. Segundo eles, uma pessoa, não identificada, está morando há 30 dias dentro dessa área pública e causa medo em alguns vizinhos. A área invadida fica na Rua Tupaciguara, quase esquina com a Rua Nipoa. No período em que a reportagem do […]
| 04/08/2014
- 16:51
Invasor transforma parque público em ‘casa’ e assusta moradores do Jardim Zé Pereira

Moradores do Jardim Zé Pereira, em Campo Grande, estão incomodados com uma invasão no Parque Imbirussu. Segundo eles, uma pessoa, não identificada, está morando há 30 dias dentro dessa área pública e causa medo em alguns vizinhos. A área invadida fica na Rua Tupaciguara, quase esquina com a Rua Nipoa. No período em que a reportagem do Midiamax esteve no local o invasor não estava presente.

Um morador que prefere não se identificar afirma que sua mulher está assustada com essa situação. Segundo ele, ela fica sozinha durante o dia porque ele precisa sair para trabalhar. “Não sabemos o que ele (sem-teto) faz. Minha mulher fica com o celular sempre à mão para, caso precise, me ligar”, diz o vizinho.

Nesse sentido, outra moradora, que também prefere não se identificar, por possíveis represálias, informa que nos dias atuais não é prudente confiar em ninguém. “Acho que para uma pessoa morar deste jeito não deve ter muito juízo. Mesmo que ele esteja passando por dificuldades, acho que tem oportunidades de trabalho por aí”, ressalta ela.

Outra vizinha da área pública também estranha as atitudes do invasor. Segundo ela, há muitos objetos estranhos trazidos por ele e isso a deixa com receio.

Por outro lado, para o vizinho Itamar Silva a presença do desconhecido não o incomoda. “Acho que ele deve trabalhar com reciclagem de lixo. Ele não conversa com ninguém, mas isso não me assusta. Já reparei que tem uma pessoa de idade que traz comida para ele”, comenta.

A Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) informou que vai enviar um fiscal para o local na próxima quarta-feira (6). Nesses casos, segundo a Semadur, o invasor deve deixar o local por se tratar de uma área pública. A secretaria não soube informar para onde a pessoa seria encaminhada.

Whatsapp: fale com os jornalistas do Midiamax

 O leitor enviou as imagens pelo Whatsapp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Veja também

Fenômeno foi constatado na galáxia Grande Nuvem de Magalhães

Últimas notícias