Para garantir sinalização, com piso tátil, para deficientes visuais no Centro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual, a Promotoria de Justiça dos Direitos Humanos instaura procedimento em desfavor da Prefeitura de Campo Grande.

Segundo a publicação do Diário Oficial do MPE/MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul), desta sexta-feira (11), a promotora responsável pelo caso será Jaceguara Dantas da Silva Passos.

O procedimento preparatório pode, depois da reunião de informações, se tornar em um inquérito civil ou em uma ação.