Geral

Há 15 dias moradora implora por conserto de calçada estragada pela GVT

Obra feita por serviço de telefonia causa transtornos para moradora com entulho deixado na calçada 

Thatiana Melo Publicado em 30/12/2014, às 12h07

None
1513651_570303839772069_6224005929386597746_n.jpg

Obra feita por serviço de telefonia causa transtornos para moradora com entulho deixado na calçada 

Para realizar uma obra na Rua Demétrio do Amaral, no Bairro Jardim Moema, a empresa de telefonia GVT quebrou calçada, muro e arrancou árvores, mas em vez de levar embora todo o entulho, o lixo foi jogado na calçada de uma moradora, no número 381. A dona de casa Elizabeth Reis, de 49 anos, dona do imóvel onde todo o entulho foi jogado já tentou por diversas vezes conversar e resolver o problema com os encarregados da obra, mas sem sucesso nenhum “Vou atrás dos meus direitos, há 15 dias todo este lixo está na minha calçada e o que me respondem é que tenho que procurar meus direitos.”

Segundo a dona de casa até a marmita de quem está fazendo o serviço é encontrado no meio do entulho. Elizabeth já tentou contato com a empresa responsável pelo serviço, mas a resposta que obteve seria para encaminhar um e-mail para que a empresa respondesse sua solicitação. “Até agora não obtive resposta nenhuma e um funcionário joga para o outro dizendo que não tem responsabilidade na limpeza da minha calçada.”, afirma a dona de casa. Outra preocupação de Elizabeth são as chuvas, que podem acumular água nos entulhos e o perigo da dengue e da febre chinkungunya, que assustam a moradora.

Tentamos entrar em contato com a empresa GVT, através de sua assessoria, mas até o fechamento dessa matéria não obtivemos resposta quanto ao caso da dona de casa. A GVT enviou uma nota como resposta, leia:

Sobre a obra realizada na Rua Demétrio do Amaral, no Bairro Jardim Moema, a GVT esclarece;

  • Acionou a empresa terceirizada responsável pela obra que realizará a recomposição da calçada mediante melhora da condição climática nos próximos dias. 
  •  Durante vistoria da equipe encarregada do serviço na tarde de hoje (30/12) foi feita a limpeza no local mas  não foi possível concluir o reparo devido a chuva. 
  • A empresa orienta a população que, ao verificar uma situação irregular, entre em contato pelo número 10325, para devidas providencias. 
Jornal Midiamax